quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Preciso! [Luiza Barcelos]

Eu vivo paquerando os sapatos e bolsas no blog da Luiza Barcelos, marca mineira que só produz coisas lindas. De vez em quando, peço à minha mãe para garantir a minha compra por lá, mas como gosto de quase tudo e bolso de mãe não é como coração de mãe, fico esperando a hora de voltar pro Brasil com a minha listinha de desejos em mãos e satisfazer um por um.

Fica a dica de um blog super legal, pois a Luiza tenta ajudar as leitoras em dificuldade em montar looks harmoniosos para cada ocasião. O resultado são ideias geniais como essas que "roubei" de lá para apresentar meus objetos de desejo por aqui.

Esse look, na minha opinião, ficou muito elegante: cores neutras e discretas. Fino!

Achei esse modelo lindinho demais! Para os dias em que você vai sair e precisa levar somente o básico, é sempre útil ter uma bolsa menorzinha e cômoda, com alça transversal.

Adorei essa composição! Super feminina. Peças lisas, simples e esse salto colorido que é um charme só!

Na verdade, eu não consegui me decidir entre as duas. Não sei qual é a mais linda... A azul clara talvez tenha mais a minha cara, mas a segunda também está deslumbrante... Ou talvez o contrário, a azul mais escura é a minha cara e a azul mais clara deslumbrante. Ok, todas as duas são maravilhosas!

Quando vi essa bolsa pela primeira vez no blog, tinha adorado o modelo, mas não tanto a estampa de oncinha (nada contra, mas não combina muito comigo), daí quando vi o mesmo modelo em jeans tive certeza que essa sim era perfeita pra mim!


Aqui também surgiu a dúvida entre as cores do modelo com cadarços, amei o verde, que é uma das minhas cores preferidas, achei que acentuou o estilo militar, mas esse marronzinho também está lindo e talvez seja mais fácil combinar com diversas peças de roupas, por ser uma cor mais neutra. O que vocês acham?!

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Comer, rezar e amar ou Só na Itália tem

Já faz algumas semanas que eu assisti ao filme e, com certeza, vocês também já leram tudo sobre, mas eu queria deixar registrado o quanto eu gostei da parte que retrata a Italia vista pelos olhos de uma estrangeira. Sem dúvida, é a parte mais divertida do filme. Italianos que conversam, gesticulam, se insultam, comem, descansam e relaxam sem culpa, apreciam a vida e ensinam como equilibrar beleza e leveza de ser. O filme não se compara ao livro, mas tem a vantagem de nos mostrar imagens maravilhosas.

Fora isso, identifiquei mil pontos em comum com a personagem Liz, pois eu também engordei horrores quando cheguei aqui me deliciando com a culinária, eu também vi com estranhamento tanta confusão no trânsito, na comunicação e nos serviços públicos, eu também fiquei admirada com a vaidade e capricho com que as italianas se vestem até pra levar o cachorro pra passear... mas a verdade é que a crítica italiana não ficou muito feliz com o estereótipo mostrado no filme e parece não se orgulhar muito das características que, aos nossos olhos, fazem do país tão atraente.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

[Turismando] Milão dos sonhos

[Decidi criar mais uma sessão aqui no blog e apresentar um pouco das cidades por onde passo. Vou começar por aquela que conheço melhor. Para quem ainda não leu no Chata de Galocha e no Brasil na Itália, aqui vão algumas dicas de Milão].

Antes de começar o texto, tenho que deixar claro que se trata de impressões de uma pessoa que desejou muito vir morar na Itália, ou seja, as opiniões contidas aqui foram criadas sob o espectro maravilhado de uma boba que não acreditava que seus sonhos pudessem se tornar realidade de uma maneira ainda melhor daquela que, um dia, foi sonhada! =)
Isso porque, de uma hora pra outra, após dois anos enviando documentos e inscrições para bolsas de estudo para um mestrado, alguém resolveu me responder e eu tive que fazer as malas e sair de BH correndo diretamente pra Milão.
Milão não é exatamente uma das cidades mais turísticas da Itália. Os pontos turísticos são restritos, mas é inegável que a cidade tem muito mais que a Catedral Duomo a oferecer. E descobrir cada uma de suas particularidades pode ser uma delícia!

Duomo
Um dos principais cartões postais da Itália. A catedral surpreende pela ostentação de obras de arte e riqueza de detalhes na arquitetura. Realmente não dá para comparar as igrejas da Itália com as igrejas de lugar nenhum. Simplesmente indescritível! Não deixe de entrar e admirar sua beleza interna. Também é possível subir até o seu terraço e apreciar a vista da cidade. Como a praça da Duomo fica no centro da cidade, também vale a pena “perder um tempinho” apreciando o estilo de vida milanês observando as pessoas que vão e vem durante todo o dia. Uma verdadeira aula de estilo e elegância!


Galleria Vittorio Emanuele II

Ao lado da Duomo, a galeria é composta por lojas das marcas mais famosas. Prada, Fendi, Louis Vuitton, etc. Melhor que as lojas é a arquitetura da galeria, que ao fundo desemboca na Piazza della Scala, onde há o teatro mais charmoso da cidade, o Scala.
Milão é a cidade que possui mais teatros no mundo, portanto, se você curte turismo cultural, reserve dias a mais na capital lombarda, pois terá muito o que assistir por aqui. 

Castello Sforzesco

Esse castelo lindo fica bem pertinho da Duomo e hospeda um museu onde é possível ver obras de Da Vinci e Michelangelo. Ao seu interior há o Parco Sempione onde os italianos se exercitam, levam os cachorros pra passear e tomam sol nos dias mais privilegiados. Vale muito a pena! 
Pinacoteca di Brera

Instalada num palácio do século 17, a Pinacoteca possui um bom acervo de arte medieval e renascentista italiana, com obras de artistas como Piero della Francesca, Rafael e Caravaggio. 

Santa Maria delle Grazie

A igreja do século 15, além de ser linda, tem como sua maior atração A Última Ceia, de Leonardo da Vinci. Fique atendo pois é preciso agendar a visita com antecedência.

Cimitero Monumentale
Pode parecer estranho aconselhar um cemitério como atração turística, mas garanto que você não irá se arrepender de dedicar uma tarde para conhecer o Cimitero Monumentale. Uma verdadeira exposição de obras de arte ao ar livre em um cenário de tirar o fôlego.


Onde comer

Rosso Pomodoro

A rede de restaurantes está presente em diversos pontos da cidade. É um típico restaurante de comida italiana. Não deixe de experimentar o Tortellini Tartufati, a pizza napoletana, polenta e o penne alla arrabbiata. Deliciosos!
Uma mania milanesa são os aperitivos após o horário de trabalho. Quase todos os bares oferecem diversos petiscos e pastas e você paga somente pelo drink. Geralmente de 7 a 12 euros. A Trattoria Toscana, no centro da cidade (Porta Ticinese), oferece opções deliciosas e típicas da culinária italiana em um ambiente jovem e muito acolhedor. Aproveite para experimentar o famoso sorvete italiano, os mais diversos tipos de café e o crepe de Nutella, do outro lado da rua, bem em frente à Trattoria. Hummm… dos deuses! 

Compras

Para quem gosta de marcas, a cidade é um prato cheio! Mas o melhor período para compras é sempre em janeiro e julho, quando todas as lojas entram em liquidação juntas e é possível adquirir tudo com até 70% de desconto, uma loucura! Muita coisa bonita e barata e turistas desembarcando de todas as partes do mundo para aproveitar os famosos Saldi. Vá diretamente à Via Torino, próxima à Duomo ou ao Corso Buenos Aires, onde estão reunidas praticamente todas as lojas legais!

Dica importante:


O melhor de Milão não está em nenhum roteiro. Permita-se caminhar pela cidade e se perder entre becos e monumentos. Outro ponto alto é a localização da cidade. Você estará muito próximo a cidades como Veneza, Genova, Torino e Verona. Além disso, vale a pena conhecer cidadezinhas como Lecco, Como, Bergamo, Mantova e Monza. De Milão também é muito fácil chegar ao sul da França, Suiça ou Croácia – imperdível no verão. Você também pode partir da capital da moda diretamente para as principais cidades europeias pela bagatela de 5 euros, aproveitando as promoções de companhias aéreas low-cost como a Ryannair. Boa viagem!


terça-feira, 19 de outubro de 2010

A diaba veste Ralph Lauren II


Dias desses em meio ao meu trabalho quase sempre igual na Ralph Lauren, a chefe me designou uma função diferente para o dia, me adiantou que tinham algumas coisas a serem arrumadas na área Press e para lá eu fui. 

Primeiro, no escritório, duas meninas me explicaram o que fazer e me deram sacolas e sacolas de roupas. Era o material enviado à imprensa para compôr os editoriais de moda. Coisa de tudo quanto é tipo e coleção. Depois me encaminhei a uma sala do showroom que eu nunca havia entrado, muito parecida com as outras, mas sem as mesas onde as vendedoras atendem os clientes/lojistas. Eram diversos armários divididos por coleção, tema e gênero, onde eu deveria separar e distribuir todo o material contido nas sacolas. Ao fundo, dois escritórios: um com várias araras com milhares de roupas penduradas e o outro com todas as revistas de moda do mundo que chegam todos os dias à Ralph Lauren. Parecia o paraíso do mundo fashion, pilhas e mais pilhas das revistas mais bacanas do setor nas mais diferentes línguas. 


Eu fiquei um tempinho ali viajando na ideia de ter um trabalho legal assim como o de quem receberia essas peças: escolher roupas, sapatos e acessórios que combinem entre si, montar cenários, escolher as modelos mais adequadas para o tema, balancear luz e contraste para evidenciar cada produto ou cena... depois, quem sabe, escrever sobre tudo isso, fantasiar em cima de cada editorial, criar personagens, mundos e histórias diferentes a cada edição.

E ali cheguei à conclusão de que a verdade é que estou cansada dos apertos de estrangeira sem contatos, sem reconhecimento e sem um trabalho legal. Quero o meu trabalho dos sonhos já!

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Look do dia

Ando querendo muito: saia de tulle, sapato de salto, bolsa e sapatos verde, relógio Swatch, blazers e mais blazers e muitos acessórios novos. Me dá de presente?


Todas as peças são da Pimkie, exceto o relógio Swatch.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Quando eu crescer quero ser igual a ele.

Quem me conhece sabe que sou completamente apaixonada por fotografia e meu mais novo ídolo è Tim Walker, famoso fotógrafo britânico.

Suas fotos são fantasiosas, lúdicas, particulares e ilustram revistas como Vanity Fair e Vogue. Ele fotografou campanhas publicitárias para clientes como Shiatzy Chen, Yohji Yamamoto, Barneys, Gap, e Comme des Garçons. Em Londres, suas fotografias foram incluídas nas coleções permanentes do Victoria & Albert Museum. 

Diz pra mim se não são um sonho essas imagens?











terça-feira, 12 de outubro de 2010

Feliz Dia das Crianças

Mamãe, você acha que sou mais feliz usando salto?



 


Garanta já o problema de coluna da sua filha e compre agora mesmo uma sandália de salto como a de Suri Cruise para ela.

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Encontro de blogueiras brasileiras em Milão

Sempre que visito os blogs brasileiros, fico morrendo de inveja dos encontros organizados entre as blogueiras. Mas nunca parei pra pensar se existiam mais brasileiras que, como eu, moram em Milão e mantém blogs. Meio que por acaso, acompanho aqueles escritos na Itália, mas sem discriminar por cidade, língua ou nacionalidade. Até que dia desses recebi o comentário da Letícia aqui no blog, dizendo que estaria na cidade e propondo um encontro de blogueiras. Ela mora em Miami e essa semana estaria aqui em Milão visitando a irmã, Thaís, com quem mantém o blog Miami a Milano. Juntas, elas também convidaram Célia e Caroline e eu propus, como sede do encontro, um dos meus locais favoritos na cidade, a Trattoria Toscana.

O encontro não poderia ter sido mais divertido, conversamos muito e, no fim, parecia que já nos conhecíamos há tempos! Meninas, adorei a idéia, adorei conhecer vocês e espero que esse não tenha sido o único! Ainda temos muito a conversar!